Agenda of events

29.05.2017

Filter events

Themes

Venue

What to do

«Máscaras Contemporâneas: "Os Espectadores"» - Fernando Moreira


To:29.05.2017

City: Vila Real

Where: Teatro de Vila Real

Fernando Moreira (1968, Porto) é mestre em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. É também actor, encenador e dramaturgo. Trabalhou em diversas estruturas de teatro, como Teatro Nacional São João, Teatro Nacional D. Maria II, TEP, Seiva Trupe, Visões Úteis, Panmixia, Culturgest, Teatro Académico Gil Vicente, entre outras. Trabalhou com os encenadores Ricardo Pais, Nuno Carinhas, Rogério de Carvalho, Nuno Cardoso, Giorgio Barbieri Corsetti, Júlio Castronuovo, Nuno M Cardoso, António Feio, Paulo Castro, Nino Mangano, Norberto Barroca, entre outros. Interpretou alguns dos clássicos da dramaturgia universal e vários autores contemporâneos. É co-fundador da Astro Fingido, Associação Cultural.

 

Where it is

What to do

Academia de Música de Costa Cabral-Luís Carvalhoso, Avelino Ramos e Marcelo Marques


To:29.05.2017

City: Porto

Where: Casa da Música do Porto (Cdm)

O trabalho das orquestras na Academia de Música de Costa Cabral é uma tradição consolidada que vem demonstrando todo o potencial desta escola de referência. Desde as orquestras infantis com crianças de 6 anos de idade até às orquestras de nível secundário, os professores desta escola conseguem criar junto da sua comunidade um dinamismo e uma criatividade contagiante, que estimula os seus alunos para uma prática instrumental e orquestral de elevada qualidade.

 

Where it is

What to do

«Projeto Sonae//Serralves - Haegue Yang: Parque de Vento Opaco em Seis Dobras»


To:04.06.2017

City: Porto

Where: MAC de Serralves

Para esta edição do Projeto Sonae//Serralves, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves apresenta 'Parque de Vento Opaco em Seis Dobras' da artista coreana Haegue Yang (Seul, 1971) nos jardins do Parque de Serralves. A obra expressamente encomendada é composta por cinco torres parcialmente arqueadas de dimensões variáveis construídas em tijolo e ligadas por meio de uma disposição geométrica de lajes. Ocupando uma área de cerca de 70 metros quadrados, este ambicioso complexo escultórico convida o observador a caminhar pela paisagem híbrida das suas múltiplas estruturas.A abordagem escultórica de Yang recorre ao traçado de geometria islâmica, nomeadamente a forma do hexágono, criado por uma subdivisão do círculo em seis partes, ou dobras, iguais. Unidades quadradas de 72 x 72 cm delimitam o espaço coberto pelas lajes e pelas torres de alturas variáveis construídas com tijolo de barro cozido, numa acumulação de configurações geométricas. Os três tons cromáticos diferentes dos tijolos contribuem para o esquema ornamental das torres e das suas fachadas interligadas. Embutidas no complexo construído por Yang há diversas espécies de plantas e vegetação, incluindo suculentas, heras e gramíneas, destinadas a crescer, trepar, florir e morrer ao longo de um ano que durará a presença da obra encomendada nos jardins de Serralves.

 

Where it is

What to do

«Joan Miró: Materialidade e Metamorfose»


To:04.06.2017

City: Porto

Where: MAC de Serralves

The works of Joan Miró, owned by the Portuguese State, are shown to the public for the first time at Casa de Serralves from September 2016 and 30 until 28 January 2017. This exhibition, 'Joan Miró: Materialidade e Metamorfose', is curated by Robert Lubar, a prominent specialist in Messeri works of Miró, and has an exhibition project of Álvaro Siza Vieira. The exhibition covers a period of six decades of career of Joan Miró, from 1924 to 1981. In particular about the transformation of pictorial languages that the Catalan artist began to develop in the mid-1920, discusses his artistic metamorphosis in the fields of drawing, painting, collage and work in tapestry. The visual thinking of Miró, the way he works with sensations that vary between the tactile and optical and the processes of elaboration of his works are observed in detail. The exhibition will include approximately 80 works by Joan Miró (the set of 85 works Collection) mostly unknown to the public, including six of his paintings on masonite from 1936 and also six sobreteixims of 1973. On the occasion of the exhibition, organized by the Museu de Arte Contemporânea de Serralves, will be published a catalogue profusely illustrated with an essay by the Commissioner.

 

Where it is

What to do

«Afasia Tática» - Jonathan Uliel Saldanha


To:02.07.2017

City: Porto

Where: Culturgest Porto

O projeto 'Afasia Tática', concebido por Jonathan Uliel Saldanha para o espaço da Culturgest Porto, parte de um filme, ainda em processo de finalização, que é decomposto em quatro ecrãs. O libreto fundamental presente neste filme foi desenhado para a peça Sancta Viscera Tua, apresentada em duas igrejas em Portugal por altura da quaresma, a convite do pároco da Sé do Porto, de forma a construir uma cerimónia participativa e aberta a todos, que incluísse canto coletivo, gesto e luz.Este caráter ritualístico, denso e misterioso está também presente no som concebido para a instalação fílmica, que cruza um coro e uma voz solo, contaminando todo o espaço da Culturgest Porto com o som de uma possível fala pré-linguística. Durante o período da exposição, Jonathan Saldanha apresentará uma performance para um coro de 50 elementos, transformando o espaço cinemático num dispositivo cénico.Jonathan Uliel Saldanha trabalha com som, música, filme e performance, possuindo um extenso currículo como músico e produtor musical (ver biografia mais completa nas páginas seguintes).

 

Where it is

What to do

«A Colecção no Palácio da Bolsa»


To:24.09.2017

City: Porto

Where: Palácio da Bolsa

In the decades of the 60's and the 70's, the artistic languages have undergone a paradigm shift. The sculpture was not exception. In this exhibition the works of Ângelo de Sousa, João Machado and Zulmiro de Carvalho report us to this reality. In this presentation of works from the Coleção Serralvesat the Palácio da Bolsa, some sculptures take over the ground, regardless of the plinth, other transmit us visible concerns with the ideas of seriality, industrial manufacturing and literality of technique (what we see is what we see). These elements are enough to realise that the Portuguese sculptors have submitted proposals which today confront us with the various pats that were making the art more and more direct in contact with the public, from pop art, english abstract sculpture, and american minimalism. This presentation is the result of a partnership between the Palácio da Bolsa and the Museu de Serralves de Arte Contemporânea no Portounder which works from the Serralves Collection are displayed in the historical interiors of the Palace.

 

Where it is